Saudades

Tenho saudades de outra era,
Do amor vivido e sentido,
De um abraço correspondido,
Da hora eterna e sincera.

Saudades desse som de confiança,
Da música dessa nossa dança.
Da perfeição de passos unidos,
De viver os sonhos conhecidos.

Saudades de simplesmente amar.
Da vibração de nossas risadas –
Felicidade compartilhada.

Tenho saudades do tempo de nós.
Daquelas memórias de sermos nós.
Mas minha vida segue – sozinha.

Saudades of another time,
Of love lived and felt,
Of the corresponded hug,
Of the eternal e sincere hour.

Saudades of this sound of trust,
Of the music of our dance.
Of the perfection of our united steps,
Of living the familiar dreams.

Saudades of simply loving.
Of the vibration of our laughs –
Shared happiness.

Saudades of the time of us.
Of those memories of being us.
But my life goes on – alone.

%d bloggers like this: